Carregando

DEMÊNCIA DE ALZHEIMER

Você conhece alguém que está com dificuldades de memória? Ou que tem apresentado dificuldade em realizar tarefas do dia a dia? Então veja esse vídeo ou leia esse texto porque vamos falar de um assunto muito importante nos dias de hoje: Demência de Alzheimer!

A demência de Alzheimer é uma doença muito comum especialmente  em idosos. Só para você ter uma ideia da relação da doença com o envelhecimento, após os 65 anos, o risco de desenvolver Doença de Alzheimer dobra a cada cinco anos! Considerando os idosos com mais de 85 anos, estima-se que 1 em cada 4  têm este diagnóstico!

Essa doença afeta a parte do cérebro que controla não só a  memória, controla também o raciocínio e linguagem. É por isso que existem muitos  sintomas do inicio da doença  que eu quero destacar:

Alteração da memória: Esse é o sintoma mais comum da demência de Alzheimer. A principal característica dessa alteração é o esquecimento de informações recentes. No dia a dia o que você irá notar é que a  pessoa pode lembrar de situações da infância, que são antigas, mas não lembra por exemplo o que almoçou; esquece datas e compromissos que ela mesma marcou; conta as mesmas histórias ou pergunta várias vezes a mesma coisa porque não se lembra da resposta.

Dificuldades em finalizar tarefas domésticas ou no trabalho: Você deve reparar que o individuo com Alzheimer vai apresentando progressivamente dificuldade de realizar tarefas do dia a dia. Para dar um exemplo, ele entra na cozinha para fazer algo mas se esquece do que iria fazer lá. Faz isso várias vezes em um dia e mesmo assim não termina o que desejava.

A medida que a doença vai progredindo, é comum a pessoa já não conseguir realizar as tarefas básicas como colocar a roupa, tomar banho e até se alimentar sem ajuda.

Confusão com o tempo ou com a localização: O individuo com Alzheimer normalmente perde a noção do tempo. Confunde datas, estações do ano e as horas. Você pode confundir uma data, um mês e isso pode ser perfeitamente normal. O que nãoo é normal é você achar que estamos em 1960 ou que estamos no inverno estando em dezembro. Da mesma forma tem dificuldade em reconhecer onde está ou como chegou até aquele local .

Dificuldade em interpretar imagens e relações espaciais.

Dificuldade na linguagem: Na prática você irá notar que ocorre uma  dificuldade em encontrar palavras em uma conversa que prejudica a fluência do raciocínio.  Pode ocorrer também o individuo  parar no meio da frase e esquecer o que estava falando .

Perda de objetos e impossibilidade de encontrá-los.

Piora no julgamento e dificuldade em tomar decisões.

Alterações no humor e na personalidade: Você pode reparar diferentes apatia, depressão, isolamento social, mudanças no sono, irritabilidade, agressividade e perda da inibição.

Por tudo isso é comum a pessoa perder o interesse no trabalho e em atividades sociais que é outra característica importante.

É fundamental que você saiba que com o envelhecimento normal muitas das dificuldades que eu falei podem acontecer. A grande diferença para o Alzheimer é que no envelhecimento normal as pessoas conseguem driblar essas dificuldades, isto é, pode demorar, mas no final encontram o objeto perdido, relembram a palavra esquecida, conseguem absorver novos aprendizados para tarefas que estavam mais complexas. Já no Alzheimer, isso não ocorre.

Existem muitas outros problemas de saúde que podem ter sintomas semelhantes ao Alzheimer como depressão, problemas de tireoide, lesões cerebrais ou outros tipos de demência etc, por isso é fundamental fazer o correto diagnóstico.

Quero reforçar que Alzheimer é uma doença progressiva.  Nas fases iniciais a pessoa pode ter sintomas discretos mas com a evolução do quadro ela pode não conseguir realizar as tarefas do dia a dia, não se lembrar nem mesmo dos familiares e ficar completamente dependente. O tempo da evolução da doença é muito variável de pessoa para pessoa. Quanto antes você faz o diagnóstico e inicia o tratamento, maior a chance de ficar mais tempo nas fases iniciais da doença.

Portanto se você percebeu alguns destes sintomas em você mesmo ou em algum familiar ou conhecido, não os ignore. Procure a ajuda de um médico especialista que no caso pode ser um Psiquiatra do idoso, um Neurologista ou um Geriatra.

Esse é o objetivo do Canal Doutor Ajuda, te informar. Você estando melhor orientado ajuda seu médico a chegar no melhor diagnóstico e tratamento para você.

Você sabia

No Brasil, há cerca de 1,2 milhão de pessoas com Alzheimer, a maior parte deles ainda sem diagnóstico.

Se você suspeitar desse problema, procure o médico!

detalhes
Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites