O QUE CAUSA CELULITE?

Você que é mulher se incomoda com a celulite? Não é todo tipo de roupa que você usa por receio de marcar? Você tem vergonha de usar biquíni? Então preste a atenção nesse texto  porque é disso que vou falar: Celulite. 

Como é de se imaginar, a celulite é uma queixa extremamente frequente. Acomete até 95% das mulheres, e apesar de não ser uma condição médica grave, pode causar bastante desconforto, insatisfação pessoal e problemas de autoestima.

Mas afinal de contas o que é a celulite?

Celulite é o que na medicina é chamada de lipodistrofia ginóide. É uma desordem metabólica do tecido adiposo, ou seja, uma alteração no depósito de gordura do corpo que está relacionada a dificuldade de drenagem acarretando acúmulo de líquidos em algumas regiões.

Na presença desse problema, pode se notar que a superfície da pele apresenta nodulações, depressões e retrações (furos) tornando a pele parecida com uma “casa de laranja”.

Uma outra característica importante é que normalmente acomete mais algumas regiões que outras. As ares  mais afetadas são: quadril, nádegas, coxas e, eventualmente, no abdome e braços.

Além disso podem estar presentes alguns sintomas como inchaço, dormência e peso nas pernas, mas essas queixas nem sempre estão presentes.

Uma vez reconhecida a Celulite, existem dois aspectos que é importante destacar:

Como  pode avaliar a gravidade da sua celulite?

Clinicamente, a celulite é classificada em 4 graus:

  • Grau I: corresponde à forma mais leve. A celulite aparece apenas durante a contração muscular ou pinçamento da pele.
  • Grau II: o aspecto casca de laranja aparece quando a paciente está em pé, em repouso, sem fazer nenhuma contração.
  • Grau III: as nodulações e depressões são mais evidentes.
  • Grau IV: é o estágio mais grave, frequentemente associado a problemas de circulação, inchaço e sensação de peso nas pernas.

É importante ficar claro que essa classificação serve como referencia médica e não tem relação direta com o impacto que a sua celulite pode causar na vida de uma pessoa. O desconforto estético é bem individual de forma que, uma pessoa com celulite leve Grau I pode ficar muito afetada e em outra com celulite grau IV, pode não causar nenhum dano.

Quais os fatores associados ao surgimento da celulite?

  • Sexo feminino – os hormônios femininos e as características específicas do tecido subcutâneo na mulher são os principais fatores contribuintes. Dessa maneira, a celulite é muito mais comum no sexo feminino.
  • Peso – existe uma associação direta da celulite com o ganho de peso, mas isso não significa que a celulite também não pode estar presente em pessoas magras. Vários fatores interferem no aparecimento da celulite, sendo o peso apenas um deles.
  • Predisposição genética – é um determinante importante. Pessoas com irmãs, mãe e tias com celulite tem uma chance maios de ter.
  • Raça – A raça também interfere. As mulheres brancas têm maior tendência que as negras e asiáticas.
  • Outro aspecto que também não favorece o brasileiro quando o assunto é celulite é o biotipo latino, no qual há maior acúmulo de decido adiposo no quadril (corpo em formato de pera) o que também favorece o desenvolvimento da celulite nessa região.
  • Alimentação e pratica de exercícios – dieta rica em carboidratos e gorduras, consumo excessivo de bebidas alcóolicas e o sedentarismo favorecem à lipogênese, ou seja, o aumento do tecido adiposo no organismo contribuindo para a celulite.
  • Roupas apertadas e tabagismo – uso de roupas muito justas e o tabagismo prejudicam a circulação e a oxigenação das células, agravando a condição.

Existem muitos outros fatores que podem estar relacionados a celulite como diabetes, excesso de colesterol no sangue e problemas hormonais. O mais importante é saber reconhecer o problema e, principalmente, entender o quanto a celulite está interferindo na auto estima e relacionamento social.

Se isso estiver prejudicando de alguma forma preste atenção nas informações quedo texto e procure ajuda. O profissional de saúde mais recomendado para auxiliar é o médico Dermatologista.

Celulite não tem uma cura simples e definitiva, mas existem maneiras de suavizar o problema.

Esse é o objetivo do Canal Doutor Ajuda: te informar . O paciente estando bem informado ajuda o médico a chegar no melhor diagnóstico e tratamento.

detalhes
Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites