Carregando

O QUE É O PÉ CHATO EM CRIANÇAS?

Conhece alguém que tem ou teve pé chato? Sabe o que deve fazer nessas situações? Então preste atenção nesse vídeo ou nesse texto porque é disso que eu vou falar: Pé chato.

Com uma certa frequência pais, mães ou avôs se queixam que a criança pisa torto, ou pisa para dentro ou ainda, que o pé da criança não tem a curvinha de dentro. Essas sem duvida são as principais queixas relacionadas ao pé chato em crianças.

O que é Pé chato?

Pé chato ou pé plano é quando uma criança não tem um arco na parte de dentro do pé, que é o que chamado de arco plantar.

Na grande maioria das vezes é uma condição fisiológica natural da criança, ou seja, os pais não precisam se desesperar. Estatísticas mostram o quão comum é:

Aos 2 anos, 90% das crianças tem pé chato.

Aos 4 anos, 50%, ou seja, metade ainda vai ter.

Isso acontece porque as estruturas que são as responsáveis pela formação desse arco, que são a musculatura e a fáscia plantar, ainda não estão desenvolvidas na criança.

Quando a criança começa a andar, que é entre 1 e 2 anos, essas camadas musculares começam a se desenvolver formando o arquinho do pé. Isso pode demorar muitos anos para ocorrer.

É importante que saber que algumas pessoas continuam com o pé chato mesmo na vida adulta, e isso quase sempre é resultado de uma característica individual de cada um e geralmente não causa outros problemas em outros locais como dores ou deformidades nos joelhos, quadris e colunas.

Apesar de ter uma evolução natural bem favorável isso não significa que os pais não devam ficar atentos à evolução do pé e da caminhada da criança .

Existem algumas situações que podem indicar que o pé chato está relacionado a um problema mais grave que é importante destacar:

O primeiro deles é dor: a dor é o principal sintoma que deve se preocupar. Não é comum as crianças reclamarem de dor na região dos pés. Quando isso acontece, deve-se ficar atento. A principal causa é a sobrecarga em algum ponto do pé normalmente causada por calçados inadequados, deformidades graves, presença de ossos acessórios, barras ósseas e calosidades.

Importante não confundir a dor no pé com as dores das pernas, que geralmente são normais e podem ocorrer em algumas fases da infância.

CALOSIDADES E DEFORMIDADES GRAVES:

A presença de calos ou deformidades nos pés está diretamente ligada à sobrecarga causada durante o marcha/ caminhada e à gravidade do pé plano.

DIMINUIÇÃO DA MOBILIDADE DO PË:

Importante movimentar os pés da criança. Normalmente os pés chatos são  flexíveis, ou seja, geralmente é possível movimentar o pé para cima, para baixo, sem maiores problemas e sem dor.

Se existir alguma dificuldade nessa movimentação, deve-se ficar atento. Isso pode ser um pé rígido e tem como principais causas as barras ósseas ou ossos anômalos que dificultam a movimentação dessa articulação.

ATRASO DE DESENVOLVIMENTO NEUROLÓGICO E MOTOR:

Os pés chatos podem estar associado a um desequilíbrio muscular causado por um problema neurológico. Os principais sinais que sugerem algum problema neurológico associado são: alteração na marcha, que é a forma de caminhar, e presença de contraturas nos músculos da perna.

Na presença de qualquer um desses sinais expostos no texto, deve-se procurar o médico o quanto antes. No caso de pé chato o médico mais indicado é o Ortopedista, de preferência, o Ortopedista Infantil.

Esse é o objetivo do Canal Doutor Ajuda: te informar. Você estando bem informado ajuda seu médico a chegar no melhor diagnóstico e tratamento.

Você Sabia?

Que  andar descalço em terrenos com texturas diferentes ( grama, areia, terra batida, piso rugoso) é o fator mais importante para estimular o desenvolvimento do pé da criança? Por isso pais deixem os seus filhos descalços.

detalhes
Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites