Carregando

VÍCIO EM INTERNET

Conhece alguém que fica o tempo todo conectado? Viciado em Facebook , Whatsapp ou mesmo em jogos online? Então preste atenção nesse texto que vamos falar sobre isso.

Não é só a droga que causa dependência ou vicio! Existem comportamentos que geram dependência ou que viciam! Esse é o caso de pessoas viciadas em jogos, em sexo e mais recentemente, viciadas em Internet.

Sempre que temos alguma experiência prazerosa como quando comemos algo gostoso, fazemos atividades físicas, ganhamos algum jogo ou vencemos um novo desafio, uma substância chamada dopamina é liberada em nosso cérebro e isso nos reforça a sensação de prazer. Porém, sempre que temos um reforço prazeroso tendemos a repetir esse comportamento e queremos obter mais prazer e algumas pessoas passam a fazer um abuso desse comportamento querendo sempre mais prazer até promover uma alteração que deixa a pessoa dependente desse fluxo de dopamina.

Quando isso deve ser preocupante? Quando o uso de internet, Whatsapp, jogos on line, etc se torna um problema? Qual o limite do uso saudável?

Se alguém tem algum comportamento que pode estar trazendo riscos para a saúde física ou mental, prejuízos nas relações e na vida profissional e não consegue mudar esse comportamento, isso já passou do limite – essa pessoa tem um de vício de comportamento.

No caso específico do vicio da Internet, existem alguns critérios específico que gostaria de chamar a atenção :

1) Alguém gasta muito tempo conectado? A pessoa fica preocupada quando poderá acessar novamente ou pensando demais no último acesso?

2) O uso dessa tecnologia foi tomando cada vez mais tempo na vida de alguém? Essa pessoa precisa de cada vez mais tempo para obter a mesma sensação? Fique atento isso chama-se tolerância e é um dos sinais de dependência.

3) O uso da tecnologia traz prazer? A resposta é na maioria das vezes sim e isso não é problema, mas se alguém só consegue ter prazer com o uso dessa tecnologia, estamos diante de um problema. A dependência faz com que a pessoa só consiga sentir prazer quando está tendo o comportamento em questão. Ocorre assim uma diminuição das atividades da vida da pessoa, ou seja, um estreitamento do repertório da vida daquela pessoa para atividades que estejam relacionadas com o comportamento.

4) Alguém tem problemas por causa do uso da tecnologia? Chega atrasado, perde eficiência no emprego ou atividades acadêmicas, discussões familiares por causa das pessoas queixarem do tempo que essa pessoa se dedica à internet? Apesar desses problemas, a pessoa não consegue diminuir o tempo gasto?

5) Já prometeu para si mesmo que vai ficar menos tempo e não consegue? Fica inquieto, depressivo ou irritado quando tenta diminuir o tempo?

6) Faz uso da tecnologia para fugir de problemas? Ou para aliviar ansiedade, tristeza ou angustia?

7) Deixa de ir a algum lugar ou de fazer alguma coisa porque não poderá ficar conectado? Quando está nessa situação fica nervoso, ansioso ou irritado? Esses sintomas negativos são chamados de sintomas de abstinência e podem ser ansiedade, irritabilidade, tristeza, isolamento social e é um sinal importante de que este comportamento está fora de controle.

Quero destacar ainda que as consequências desse vício podem ir além da queixa do cônjuge, de reclamação dos pais ou de notas baixas na escola. Existem pessoas que passam a ter problemas de saúde mais sérios pelo uso excessivo de tecnologia:

Deixam de se alimentar de forma adequada ou o fazem em excesso por se alimentar rápido demais, perdem horas de sono e com isso prejuízos importantes para a saúde, e até os casos mais extremos em que pessoas tem crises convulsivas por ficarem focadas tempo demais em um jogo, por exemplo.

Isso sem contar o  risco de vida pelo uso em momentos inapropriados como tirar uma selfie em um local ou com animal perigoso ou mesmo  dirigir dando atenção para o celular que está na mão, que é uma das principais causas de acidente de carro nos últimos anos!

É importante que saber que nosso cérebro não foi projetado para estar em um estado de constante atenção e esse uso excessivo traz prejuízos para ele.

Por causa desse uso doentio da internet e de novas tecnologias muitos relacionamentos acabam, pessoas perdem emprego, dinheiro, saúde e amigos. A tecnologia esta no nosso dia a dia e nem eu e nem  ninguém devemos evitar o seu uso, mas precisamos aprender a viver usando a internet, os videogames, os celulares a nosso favor, de uma forma consciente e equilibrada.

Se conhece alguém ou se identificou com esse vídeo busque ajuda com um psicólogo ou um psiquiatra. Viver a vida real e com saúde deve ser nossa prioridade.

Você Sabia?

Que em um estudo realizado na França identificou que 50

5 de todos os divórcios envolviam alguma questão de mídia digital como causa?

detalhes
Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites