Infecção urinária em mulheres

As vias urinárias são compostas dos rins, ureteres, bexiga e uretra. As infecções urinárias podem ocorrer em qualquer um desses órgãos. Quando ocorre nos rins é denominada Pielonefrite, na bexiga é chamada de Cistite, e na uretra de Uretrite. 

Inicialmente serão destacados os cinco principais sintomas da cistite, que é a infecção urinária mais comum em mulheres:

  1. Ardência para urinar – muitas mulheres referem a isso como se estivesse urinando pimenta;
  2. Vontade de urinar a toda momento, mas ao ir ao banheiro sai pouca urina;
  3. Urina leitosa, um pouco avermelhada e com cheiro mais forte;
  4. Urgência miccional, que é a vontade repentina de urinar;
  5. Dor pélvica, dor na região da bexiga, próxima ao osso do púbis, e que melhora ou piora quando se está com a bexiga cheia ou vazia.

Esses são os principais sintomas da cistite que é a infecção urinária que acomete a bexiga e o principal tipo de infecção urinária nas mulheres. Existe um outro grupo de infecção urinária que pode ter sintomas semelhantes aos da cistites. São as uretrites, que são as infecções no canal da urina. Essa infecções são geralmente causadas por doença sexualmente transmissíveis como Gonorreia, Clamídia, Trichomonas, Herpes, dentre outras.

Nas uretrites é possível que a mulher não sinta nada, mas também pode ter sintomas semelhantes aos da cistite, principalmente os de ardência para urinar. Além disso, pode ocorrer um corrimento que sai pela uretra, o canal da urina.

Como a principal causa são as doenças sexualmente transmissíveis, é importante notar se existe alguma lesão ao redor da vagina, e conversar com o parceiro ou parceira para saber se está tendo sintomas semelhantes. 

Na presença de qualquer um desses sintomas deve-se procurar o médico no consultório.

É preciso procurar o Pronto Socorro se estiver suspeitando de infecção urinária e se tiver alguns dos sintomas de gravidade, o que na medicina é chamado de sinais de alarme:

  • Febre: temperatura acima de 38℃;
  • Dor nas costas, especialmente em um dos lados próximo aos pulmões;
  • Náuseas, vômitos, tremores e calafrios.

Esses sinais são sugestivos de uma infecção urinária que acomete os rins, e que é chamado de Pielonefrite. Isso é um caso potencialmente grave e por isso deve-se procurar o Pronto Socorro.

Entendido os sintomas de cistite, uretrite e pielonefrite existem três grupos de pessoas que merecem atenção especial:

  1. Crianças – Não é normal crianças terem infecção urinária. Se isso estiver acontecendo com uma certa frequência, é importante relatar ao médico pediatra ou urologista. Malformações do trato urinário, principalmente o refluxo da urina da bexiga para o rim, são as causas mais importantes. Hábitos miccionais e de higiene também podem estar relacionados.
  2. Grávidas – As grávidas costumam ter infecções urinárias mais graves e com menos sintomas. A infecção urinária em grávidas é uma das principais causas de trabalho de parto prematuro. Na presença de qualquer sintoma urinário, deve-se procurar o médico obstetra.
  3. Mulheres com infecções urinárias frequentes, a chamada Cistite de Repetição. Considera-se cistite de repetição se houver três ou mais episódios de infecção urinária em 1 ano, ou dois ou mais episódios em seis meses. Isso acontece basicamente por duas razões:

A mulher pega a infecção muitas vezes, ou seja, ela pega a bactéria que causa a cistite, tem a infecção, trata adequadamente, a bactéria morre e assim a infecção desaparece. Logo depois pega novamente uma outra infecção. Isso é chamado cistite de repetição recorrente. Isso é mais comum em mulheres jovens, sexualmente ativas, uma vez que a relação sexual é um dos principais fatores de risco;

O tratamento para infecção urinária não elimina a bactéria completamente, ou seja a mulher pega a bactéria, tem a infecção, trata com antibiótico, a quantidade de bactérias diminui, mas não zera. Como resultado, os sintomas diminuem quando tem pouca bactéria, mas logo depois as bactérias crescem e os sintomas voltam. Isso é chamado de infecção urinária persistente, mais comum em mulheres que já entraram na menopausa, mas pode ocorrer em qualquer idade.

 Algumas outras informações podem ajudar o médico a entender o problema, tais como:

  • Se após urinar sente que esvazia a bexiga completamente;
  • Tratamentos prévios: quando começaram as infecções, se ficou internada em hospital, se foi preciso fazer algum procedimento, em especial urinário ou ginecológico, e se usou sonda na bexiga;
  • Se está na menopausa e se faz uso de reposição hormonal;
  • Se as infecções urinárias acontecem depois de ter relações sexuais;
  • Como as infecções têm sido tratadas e quais remédios utilizou para isso.
  • Se tem algum problema de saúde, como diabetes ou pedra nos rins, e se toma medicações diariamente.

É importante reparar nisso e levar todos os exames feitos ao médico, que no caso deve ser um Ginecologista ou um Urologista. 

Assista no vídeo a seguir a explicação de nosso especialista!

Inscreva-se em nosso canal. 

Postamos vídeos novos todas as quartas às 11h!

Fique conectado

Acesse nosso facebook.

Fale conosco por e-mail:

Receba as novidades do Dr. Ajuda direto no seu e-mail!



Copyright – All rights reserved – Estes vídeos não dispensam uma consulta médica.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites