Da onde vem a dor nas costas?

Será abordada a dor nas costas que acontece entre as costelas e a bacia.

Esse é um problema muito comum, e é a segunda queixa mais frequente em pronto socorros, atrás apenas de dor de cabeça.

Dor nas costas é um sintoma de vários problemas no corpo, mas três principais causas devem ser destacadas:

  1. Doenças do trato digestivo que tem dor abdominal irradiando para as costas;
  2. Dores renais, por pedra no rim ou por infecção;
  3. Dores na região da coluna, que podem ser musculares, dos nervos que saem da coluna, ou do disco intervertebral.

Normalmente esses problemas todos que dão dor nas costas vêm associados a outros sintomas. É necessário observar esses sintomas para ajudar o médico a chegar no diagnóstico correto.

Quatro informações são importantes:

  • Local da dor: que lugar das costas está doendo, e se a dor vai para algum outro lugar;
  • Como é a dor;
  • O que faz piorar a dor;
  • Existência de algum outro sintoma associado à dor.

Com essas informações o médico poderá saber se a dor vem do trato digestivo, do trato urogenital, que é o rim, ou se é uma dor ortopédica, mecânica, muscular.

Dores no trato digestivo

Alguns  problemas  abdominais,  como por exemplo  pancreatite, úlcera duodenal e apendicite aguda, podem dar dor nas costas. Geralmente começam com uma dor abdominal, difusa, e depois podem irradiar para as costas. Elas podem piorar com a alimentação e podem ser acompanhadas de febre, náuseas e vômitos. Nesses casos, é preciso procurar um Pronto Socorro.

Dor no rim

Outra causa de dores nas costas são doenças do rim. As principais causas de dor no rim são pedra no rim e infecção renal, chamada Pielonefrite.

Os rins ficam localizados um pouco mais em cima, logo abaixo da caixa torácica, perto das costelas. A dor no rim está localizada nesta região, é uma dor em cólica, que vem e vai, de fortíssima intensidade, que pode também dar náuseas e vômitos, e que não piora com a movimentação.

Além disso, ela pode afetar a urina. Portanto, deve-se notar se a urina está com sangue, com cor alaranjada ou avermelhada, se está com cheiro ruim, ou com cor purulenta, que é sinal de infecção. Se algum desses sintomas estiver presente, deve-se também procurar o Pronto Socorro.

Dor na musculatura, coluna e nervos que saem da coluna

Considerando todos os diagnósticos de dor nas costas, 90% das vezes o diagnóstico é lombalgia mecânica, onde a dor está associada ao sistema muscular

esquelético. O local dessa dor é a região lombar e tem uma característica muito importante, que é piorar com a movimentação. Se ao mexer o tronco para frente ou para trás, para um lado ou para outro e a dor piorar, deve-se suspeitar de lombalgia.

Os principais fatores que levam à lombalgia mecânica são fraqueza muscular devido ao sedentarismo, e a postura inadequada, que gera uma inflamação no local.

Deve-se notar também se a dor nas costas irradia para a perna, com queimação, formigamento, pontadas, sensação de agulhada nas pernas. Essas são características da dor neuropática, que decorre de uma compressão do nervo ciático que sai da coluna, geralmente causada por hérnia de disco. Essa dor é conhecida como dor no ciático, e na medicina é chamada de lombociatalgia.

Existem alguns sinais de alerta ou sintomas de alarme associados à dor nas costas, que merecem investigação, pois podem representar doenças graves, Nesses casos deve-se procurar o Pronto Socorro imediatamente. São eles:

  • Compressão medular, que é a compressão da medula espinhal que fica dentro da coluna. Ela vem acompanhada de perda de força das pernas, perda da sensibilidade nas pernas e perda do controle urinário ou fecal.
  • Câncer na coluna. Se uma pessoa tem histórico de câncer atual ou se teve câncer previamente, ou se tem dor nas costas com emagrecimento não intencional, pode ser câncer ou metástase na coluna;
  • Infecção na coluna: Outra doença que embora rara é potencialmente grave é a infecção na coluna, e a dor nas costas é associada à febre.
  • Trauma ou batida: Se uma pessoa tiver um trauma, uma queda, ou um acidente, deve também procurar um Pronto Socorro, pois pode levar a uma fratura da coluna.

Se uma pessoa está com dor nas costas e ela não passa, deve prestar atenção nos fatores que podem estar prejudicando:

  • Tabagismo
  • Sedentarismo
  • Obesidade
  • Ansiedade, depressão e outros problemas psiquiátricos
  • Insatisfação no trabalho
  • Trabalho que requer grandes esforços físicos

Na grande maioria das vezes a dor é benigna e não é necessário nenhum exame diagnóstico para o tratamento adequado. Basta apenas uma boa história e exame clínicos. O tratamento consiste em repouso curto e medicações anti-inflamatórias, e deve melhorar em até quatro semanas. Mesmo nesses casos, é importante um acompanhamento médico e a reeducação física. A exceção é a existência de algum dos sinais de alarme citados anteriormente, que requer investigação e tratamento específico.

 

Assista no vídeo a seguir a explicação de nosso especialista!

Inscreva-se em nosso canal. 

Postamos vídeos novos todas as quartas às 11h!

Fique conectado

Acesse nosso facebook.

Fale conosco por e-mail:

Receba as novidades do Dr. Ajuda direto no seu e-mail!



Copyright – All rights reserved – Estes vídeos não dispensam uma consulta médica.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites