Saúde Geral

Dor na virilha

A virilha é a região na dobra entre a coxa e o abdômen. Ela não abrange apenas a região interna da coxa como muitas pessoas acham. A região da virilha engloba também grande parte da coxa, parte da região chamada inguinal até a articulação do quadril. Por ser uma região grande com diversas estruturas importantes, existem muitas causas de dor na virilha que podem se confundir. É exatamente nesses casos que um bom relato do que se está sentindo pode fazer grande diferença para o médico chegar no diagnóstico correto.

Para facilitar o entendimento da dor na virilha, ela será dividida em quatro grupos:

1. Articulação Fêmur e Quadril: Esta a dor é a mais lateral, ou seja, a que fica mais na parte de fora da coxa, que está relacionada à articulação do fêmur com a bacia.

Sendo esse o caso, deve-se reparar se a dor piora quando entra ou sai do carro, dobra a perna para colocar sapatos e meias, ou quando senta em bancos baixos ou mesmo no vaso sanitário. Isso pode ser um desgaste na articulação da cabeça do fêmur e a bacia, chamado de osteoartrose ou osteoartrite do quadril. Nesses casos é comum a dor piorar quando se faz movimentos rotacionais, isto é, quando se gira a perna no próprio eixo ou quando flete a coxa.

Com a evolução do problema é comum ter dificuldade de movimento, principalmente para colocar e tirar as meias, mancar ou ter uma perna mais curta que a outra. O desgaste da articulação do quadril é mais frequente em pessoas idosas, mas cada vez mais está ocorrendo em jovens, principalmente naqueles que fazem muita atividade física.

2. Problema da Bacia: Outra causa de dor na virilha que pode estar relacionada ao esporte é a lesão do lábio acetabular. O lábio é uma cartilagem que encontramos na articulação do quadril e pode ser lesada principalmente em esportes que exigem muita rotação do quadril como tênis, futebol, ballet, esportes de luta e escaladas.

3. Problema Muscular: O segundo lugar muito comum de dor são os músculos da coxa que podem ser lesados principalmente durante algum exercício físico. Quem acompanha futebol, já viu seu ídolo sentar no banco de reservas devido a um estiramento muscular, popularmente conhecido como “distensão”.

Estas lesões costumam ser facilmente identificadas porque a pessoa geralmente lembra bem do momento da lesão, e a dor é pontual, no local onde o músculo está lesionado e normalmente pioram com a movimentação do músculo lesado. Assim, se o estiramento for de um músculo adutor, a dor é localizada mais na parte interna da coxa e piora quando se faz a abertura da perna. Se for no quadríceps, a dor se localiza mais na região da frente da coxa e piora com o movimento de esticar o joelho.

É preciso reparar também se a dor dos problemas de articulação do quadril, fratura de fêmur e mesmo esses problemas musculares pioram de alguma forma com a movimentação da perna. Uma pessoa com esses sintomas deve procurar um médico, no caso um Ortopedista, e de preferência especialista em quadril.

4. Dores Genitais e Abdominais: As dores na virilha também podem ser causadas por diversos problemas abdominais e genitais. Dentre esses, cinco deles serão destacados:

  • Hérnia: Se a dor na virilha piora quando se faz força, se tem algum abaulamento, popularmente dito como bola na região inguinal, próximo à virilha, isso pode ser uma hérnia. Nesse caso, deve-se reparar se a dor piora quando tosse, faz força para evacuar, ou quando pega algo pesado.

É preciso reparar também se juntamente com a dor aparece esse abaulamento próximo à região da virilha Uma outra característica que sugere hérnia é que, da mesma forma que aparece o abaulamento com o esforço, ele desaparece quando se fica em repouso ou quando se deita.

  • Pedra nos rins: Se uma pessoa tem histórico de pedra no rim, se a urina está avermelhada, e se tem dor em cólica, isso pode ser pedra nos rins. Muitas pedras que são formadas no rim saem sozinha. No trajeto do rim até a bexiga a dor que essa pedra causa vai mudando de posição.

Quando a pedra está no rim dói as costas, bem alto, próximo aos pulmões. À medida que a pedra vai descendo, a dor passa para a parte lateral chamada de flanco, e quando está quase na bexiga causa dor na virilha. Nos homens pode causar dor no testículo, e nas mulheres a dor pode ser na vagina.

Deve-se suspeitar de pedra no rim se, além dessa evolução dos locais da dor, surgir sangue na urina, dor em cólica de forte intensidade que não melhora ou piora com nenhum movimento ou posição, náuseas e vômitos.

  • Ínguas na virilha: Se a pessoa estiver com alguma infecção na perna ou na bacia, unha encravada inflamada, alguma ferida na perna ou infecção no joelho, alguma lesão na genital ou algum risco de ter alguma doença sexualmente transmissível, é possível que seja uma íngua. Em um problema de infecção nas pernas ou em algum órgão da bacia, é possível que surjam linfonodos aumentados, popularmente conhecidos por ínguas na virilha.

Nesses casos deve-se reparar se existem essas ínguas que parecem pequenos caroços na virilha e se a dor fica bem localizada nesses pontos. Quando a infecção é na perna essas ínguas aparecem apenas do lado da perna acometida, mas se o problema é da bacia pode ter linfonodos dos dois lados.

  • Causas Ginecológicas: Nas mulheres, deve-se observar se essa dor na virilha piora em algum momento do ciclo menstrual, se piora com a relação sexual, ou se pode estar grávida. Diversas causas ginecológicas como cistos no ovário, endometriose, miomas, gravidez ectópica (a que ocorre nas trompas), gravidez normal, infecções, dentre outros, podem ser causa de dor na virilha. Por isso, é importante notar se há alguma relação da parte ginecológica com a dor na virilha e, no caso de qualquer dúvida, procurar um Ginecologista.
  • Problemas no testículo: Nos homens, deve-se observar se há algum problema no testículo, algum trauma ou risco de infecção, se o testículo está aumentando de tamanho, e se está quente. Problemas no testículo podem ser causa de dor no abdômen e também na virilha. Neste caso, deve-se procurar um Urologista.

Além desses problemas existem muitos outros que podem ter sintomas na virilha como fratura do fêmur, problemas intestinais, neurológicos e outros menos frequentes.

Portanto, a dor na virilha é um tema complexo com diferentes causas, cada uma relacionado a um profissional. Uma pessoa com esse problema deve observar e descrever ao médico todos os detalhes que podem estar associados com isso.

Assista no vídeo a seguir a explicação de nosso especialista!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo