Dor no joelho pode ser artrose!

Artrose ou osteoartrite é uma doença degenerativa das articulações, que consiste em um desgaste da cartilagem e proliferação e remodelamento da estrutura óssea da articulação.

Grande parte das articulações do corpo podem ter esse problema, cada uma com suas características específicas. No caso do joelho, normalmente afeta pessoas acima de 65 anos, mas isso não significa que uma pessoa mais jovem não pode ter.

Na artrose de joelho, normalmente a dor pode ser localizada ou difusa, dependendo da área do joelho mais afetada.

No início do quadro, essa dor ocorre após esforços e melhora no repouso. Já nos casos mais avançados a dor pode ocorrer em repouso, principalmente à noite, podendo atrapalhar o sono. Dificuldade de subir e descer escadas pela dor também é bem frequente.

Em alguns casos, além da dor, pode ocorrer um acúmulo de líquido dentro dos joelhos devido ao processo inflamatório da doença. A presença desse líquido é que causa o inchaço e é uma das responsáveis pela dificuldade de mobilidade do joelho. Com a evolução da doença, os episódios de derrame articular tendem a ser mais frequentes.

Uma outra característica da artrose é a rigidez ao se levantar da cama ou após grandes períodos de repouso. Geralmente, à medida que começa a se movimentar, essa rigidez melhora. Nos casos mais avançados, ocorre dificuldade de esticar o joelho totalmente.
Com a evolução da artrose o joelho pode entortar devido aos desgaste ósseo e instabilidades ligamentares, podendo causar sensação de frouxidão ligamentar, piorando a marcha.

Quando ocorre um lesão da cartilagem, ocorre um aumento do atrito na articulação, levando a um processo inflamatório e a uma progressão dessa lesão.

Além disso, o osso fica exposto causando dor. A artrose do joelho é uma doença de caráter inflamatório e degenerativo, que ocorre de forma progressiva devido à progressão da lesão da cartilagem.

E com a progressão da artrose ocorre alterações nos meniscos, ligamentos e ossos, estes últimos com a formação de osteófitos, que são espículas ósseas que acabam causando limitação da mobilidade e deformidade nos joelhos, explicando os sintomas mencionados.

Existem também diversos outros fatores que estão relacionados ao desenvolvimento da artrose de joelho. Os cinco fatores principais são:

  1. Hereditariedade – uma pessoa que tem familiares com artrose em várias articulações, tem maior chance de desenvolver artrose no joelho;
  2. Obesidade – o joelho é uma articulação de carga e todo o peso do corpo passa sobre ele. Quando ocorre uma sobrecarga na articulação, aumenta a chance do aparecimento de lesões na cartilagem e, consequentemente, a desenvolver a artrose.
  3. Artropatias inflamatórias sendo a Artrite Reumatoide a mais importante, que leva a um processo inflamatório articular, causando uma destruição articular progressivamente.
  4. Lesões traumáticas – a presença de lesões ligamentares ou meniscais, fraturas, lesões da cartilagem aumentam a chance de desenvolver a artrose do joelho. Uma pessoa que teve alguma dessas lesões, ou mesmo que teve pequenas lesões causas por atividades físicas de impacto, também tem maior risco de ter artrose.
  5. Envelhecimento da população – quanto maior o tempo de vida, maior o uso da articulação e, consequentemente, maior a chance de ter artrose.

É importante que fique claro também que a artrose do joelho, além dos sintomas mencionados, pode causar dificuldade de mobilidade, restrição social e um importante impacto na qualidade de vida, mas ela tem tratamento.
Uma pessoa com esse problema deve procurar um médico, no caso um Ortopedista, de preferência especialista em joelho.
Mudanças no estilo de vida como diminuição de atividades com impacto, diminuição do peso e fortalecimento da musculatura da coxa são também fundamentais no tratamento da artrose.

Assista no vídeo a seguir a explicação de nosso especialista!

Inscreva-se em nosso canal. 

Postamos vídeos novos todas as quartas às 11h!

Fique conectado

Acesse nosso facebook.

Fale conosco por e-mail:

Receba as novidades do Dr. Ajuda direto no seu e-mail!



Copyright – All rights reserved – Estes vídeos não dispensam uma consulta médica.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites