O que causa anemia

Chamamos de gases (ou flatos) o ar que se acumula no sistema digestivo e que tendem a ser empurrados em direção ao reto e ao ânus para serem liberados. O acúmulo de gases é conhecido por flatulência. Deve-se suspeitar que está com gases em excesso em duas situações:

A primeira é se estiver eliminando mais gases que o normal. Para se ter uma ideia, a média normal de liberação de gases é de 14 a 25 gases por dia nos homens, e de 7 a 12 nas mulheres.

A segunda situação são os sintomas de desconforto abdominal, que é uma dor de barriga, normalmente em cólica.

Existem vários fatores que podem causar gases. Três deles são:

Fermentação no intestino

Todos nós temos o intestino povoado de bactérias, que fermentam os nossos resíduos alimentares. O resultado do processo de fermentação é a produção de gases, que inicialmente ficam dentro das alças intestinais, mas que tendem a serem mandados em direção  ao reto e ao ânus para serem eliminados. O tipo de bactéria presente no intestino e, principalmente, o  conteúdo da dieta influenciam muito nesse processo de fermentação e, consequentemente, na produção de gases. Alguns alimentos fermentam mais que outros e, por isso, causam mais flatulência. São os chamados alimentos fermentativos. 

Alguns desses alimentos são:

    • grãos: feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha;
    • vegetais como brócolis, repolho, couve-flor e cebola;
    • frutas secas como uvas-passas, ameixas secas, nozes e castanhas;
    • alimentos ricos em fibras solúveis como maçãs;
    • bebidas fermentadas como cerveja e vinho.

Hábitos

 

Falar nas refeições, ingerir bebidas gaseificadas (especialmente durante as refeições), consumir gomas de mascar, mastigar objetos como tampas de caneta, fumar ou comer muito rápido, engolindo muito ar junto com a comida, estão entre as principais causas de flatulência.

 

Problemas de saúde

Nesse caso a flatulência é um sintoma e por isso deve-se ficar atento. O principal deles é a intolerância alimentar. A intolerância a lactose, que é o açúcar do leite, por exemplo, resulta da falta de uma enzima digestiva, a lactase. O açúcar do leite, quando não digerido, fermenta dentro do intestino, produz muitos gases e o resultado é a flatulência e enorme desconforto nos pacientes. A intolerância a lactose é bem comum. Estima-se que 40% da população adulta tenham esse problema.

Outras causas menos comuns são as gastroenterites agudas, a constipação crônica, a síndrome do intestino irritável e a doença celíaca, uma doença autoimune também conhecida como intolerância ao glúten.

Além disso, é importante prestar atenção nos medicamentos que se está tomando. Alguns medicamentos, especialmente os de diabetes como a metformina, acarbose e alguns laxativos, usados para tratamento da constipação, podem também ser a causa da flatulência

O excesso de gases nem sempre significa alguma doença ou problema mais sério de saúde, mas se o sintoma estiver muito persistente, ou se não se conseguir estabelecer uma relação da flatulência com a dieta e com os hábitos, deve-se procurar um médico, especialmente um gastroenterologista.

Deve-se também procurar um gastroenterologista se, além da flatulência, estiver presente algum sinal de gravidade, que na medicina são chamados de sinais de alerta. São eles: emagrecimento não intencional, sangramento ao evacuar, dor abdominal associada a náuseas e vômitos, alteração na forma ou frequência das fezes, fraqueza e cansaço.

Os exercícios físicos, especialmente os aeróbicos, ajudam a motilidade de todo o trato gastrointestinal (esôfago, estômago e intestinos). A realização de exercícios físicos melhora a sensação causada pelos gases, especialmente se associada a uma dieta pouco fermentativa.

Assista no vídeo a seguir a explicação de nosso especialista!

Inscreva-se em nosso canal. 

Postamos vídeos novos todas as quartas às 11h!

Fique conectado

Acesse nosso facebook.

Fale conosco por e-mail:

Receba as novidades do Dr. Ajuda direto no seu e-mail!



Copyright – All rights reserved – Estes vídeos não dispensam uma consulta médica.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites