O que causa torcicolo?​

Existem vários sintomas para o torcicolo, mas três deles devem ser destacados:

  • Dor na região do pescoço;
  • Dificuldade de movimentar a cabeça;
  • Contraturas musculares, isto é, a musculatura fica dura, enrijecida, muitas vezes de forma involuntária.

Antes de abordar a causa desses problemas, é preciso entender como funciona a coluna e os músculos do pescoço. Como o nome diz, trata-se de um pilar que sustenta a nossa cabeça.

A coluna é composta por ossos, denominados vértebras. Entre as vértebras existe um disco intervertebral, que é uma estrutura que permite a movimentação entre esses ossos. Além disso, existem as articulações, que são responsáveis pela movimentação desses ossos.
Outra função da coluna é a de proteção do conjunto de nervos que saem do cérebro em direção a todas as partes do corpo. Um problema em qualquer uma dessas estruturas pode ser a causa do torcicolo, mas quatro causas devem ser destacadas.

Causa muscular

Essa é a principal causa de torcicolo. Normalmente ocorre pela manhã, após uma noite de sono em que se dorme de mau jeito, ou quando se passa muitas horas em uma posição inadequada.

Nos dias de hoje, as pessoas utilizam muito o telefone celular e muitas vezes passam horas olhando para baixo. Isso faz com que parte da coluna tenha que trabalhar de forma inadequada, fazendo com que o disco, as articulações e os ligamentos fiquem sobrecarregados. Como consequência isso gera dor, o torcicolo.

Isso vale também para outras situações em que a pessoa fica muito tempo com a cabeça em uma posição não natural, como pessoas que trabalham muito tempo no computador, muitas vezes com o laptop no colo, ou mães com criança recém nascidas que ficam longos períodos com o bebê no colo, e no final do dia sentem dor e peso no pescoço.

Além dos erros de postura, um fator importante na geração dessas dores musculares é o estresse do dia-a-dia, a ansiedade. No final de um dia longo de trabalho sob muita pressão, é muito comum que se possa sentir essas dores na região do pescoço. De forma geral, esses quadros musculares costumam ter uma boa evolução e não duram mais que três semanas.

Problema nas articulações da coluna

Todas as estruturas que compõem a coluna também sofrem um desgaste, assim como o restante do nosso corpo. Existem até nomes populares como, por exemplo, o bico de papagaio. São pequenas calcificações, formadas junto à coluna vertebral e que podem também ser fonte de dor.

Normalmente acometem pacientes de mais idade, e são casos onde a dor costuma ter uma duração mais prolongada, diferente dos quadros de dor puramente muscular. Desta forma, denomina-se esse tipo de dor, de dor crônica, devido ao seu longo tempo de duração.

A compressão dos nervos entre as vértebras da coluna é outra importante causa de torcicolo. Além da dor no pescoço, o paciente costuma sentir uma irradiação da dor por todo o braço. É possível que exista também alterações de sensibilidade, alterações de motricidade, uma dificuldade para pegar algum objeto, sensações de queimação e, por vezes, até choques. Quando existem esses sintomas, o paciente deve procurar um médico. Trata-se de um problema bastante específico, e o tratamento merece uma atenção especial.

 

Causas sistêmicas

Diversas doenças podem trazer também dores no pescoço, dores de garganta, quadros sistêmicos, infecções generalizadas, e uma enorme variedade de problemas. Nestes casos, a dor no pescoço está normalmente associada com outros problemas e com outros sintomas.

É importante que o paciente perceba se também tem febre associada, se existem gânglios palpáveis no pescoço, e de como é a sua saúde de forma geral. É muito importante que tudo isso seja relatado ao médico.
Se uma pessoa estiver com torcicolo, é importante que preste atenção nos sintomas e que procure um médico especialista: um Ortopedista, Fisiatra ou Neurologista.

Assista no vídeo a seguir a explicação de nosso especialista!

Inscreva-se em nosso canal. 

Postamos vídeos novos todas as quartas às 11h!

Fique conectado

Acesse nosso facebook.

Fale conosco por e-mail:

Receba as novidades do Dr. Ajuda direto no seu e-mail!



Copyright – All rights reserved – Estes vídeos não dispensam uma consulta médica.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites