COMO IDENTIFICAR A EJACULAÇÃO PRECOCE?

Ejaculação é a eliminação do sêmen pelo pênis que normalmente, mas nem sempre, é acompanhada do orgasmo. O orgasmo é a sensação de prazer e euforia que ocorre no auge da atividade sexual.
Ejaculação Precoce é uma ejaculação rápida que ocorre persistentemente, em que o homem não tem o controle sobre essa ejaculação, e que inevitavelmente causa um sofrimento tanto para o indivíduo quanto para o casal.
Ejaculação Precoce é uma ejaculação rápida que ocorre persistentemente, em que o homem não tem o controle sobre essa ejaculação, e que inevitavelmente causa um sofrimento tanto para o indivíduo quanto para o casal.
Essas definição é importante porque se uma pessoa ejacula rápido uma vez ou outra, mas isso não ocorre persistentemente, essa pessoa não tem ejaculação precoce. Uma outra situação que o termo ejaculação precoce também não se aplica se dá quando um indivíduo tem ejaculação rápida, mas no período da relação ele consegue satisfazer a parceira(o) e, dessa maneira, ele não sofre com isso.
Mas se realmente existir a ejaculação rápida, persistentemente, sem o controle do homem, e isso causar um prejuízo na relação sexual e afetiva, trata-se de Ejaculação Precoce.

Nessa situação, alguns fatores são importantes e requerem atenção para seja possível determinar as possíveis causas:

  1. A experiência sexual, e a frequência das relações sexuais. A falta de experiência é uma das causas de ejaculação precoce. A pessoa inexperiente não consegue entender ainda como funciona o controle da ejaculação e, ao mesmo tempo, ela tem um grau de excitabilidade maior do que as pessoas mais experientes. Portanto, a pessoa chega no orgasmo mais rápido e não tem controle sobre isso e, como resultado, a ejaculação acontece antes do tempo, que é a ejaculação precoce. Nesses casos, o tempo e experiência ajudam a prolongar o tempo de ejaculação.
  2. Não sendo esse caso, isto é, se a pessoa não é inexperiente, ou se está tendo relação sexual com uma certa frequência, e isso está persistindo, é importante saber se:
    • isso acontece em todas as relações sexuais;
    • isso sempre aconteceu, se a ejaculação é rápida desde o início da atividade sexual;
    • a ejaculação é rápida mesmo na masturbação.

O conhecimento desses fatores ajudam o médico a entender se a ejaculação precoce é primária ou secundária.
A Ejaculação Primária ocorre quando a ejaculação costuma ser rápida desde o início das atividades sexuais, e ocorre em todas as atividades sexuais, desde a masturbação até a relação sexual com diferentes parceiras(os).
Existem diversas teorias para explicar esse tipo de problema, que envolvem desde uma herança genética, ansiedade, problemas hormonais até uma sensibilidade aumentada no pênis que gera uma situação em que a pessoa se excita muito mais e por isso chega ao orgasmo mais rápido.
A Ejaculação Primária ocorre quando a ejaculação costuma ser rápida desde o início das atividades sexuais, e ocorre em todas as atividades sexuais, desde a masturbação até a relação sexual com diferentes parceiras(os).
A Ejaculação Secundária ou Adquirida é aquela em que o homem tinha ejaculação normal, mas em um determinado momento da vida passou a ter ejaculação mais rápida que o habitual.
A Ejaculação Secundária ou Adquirida é aquela em que o homem tinha ejaculação normal, mas em um determinado momento da vida passou a ter ejaculação mais rápida que o habitual.

Existem várias causas relacionadas á ejaculação precoce secundária, mas três delas devem ser ressaltadas:

  • Psicológica,
  • Medicamentosa,
  • Associada à Disfunção Erétil.

A principal causa é a psicológica e está relacionada a diversos fatores como ansiedade, depressão e estresse. Se isso estiver acontecendo, é importante saber:

  • desde quando isso começou;
  • se houve alguma alteração na vida;
  • em quais circunstancias isso está acontecendo;
  • se houve alguma mudança na situação conjugal;
  • como está o estresse;
  • como está o sono.

A segunda causa é a medicamentosa. A ejaculação precoce pode ser causada tanto pelo uso quanto pela falta de uso, que é a abstinência, de certos medicamentos e de certas drogas. Os medicamentos mais importantes são os medicamentos de uso psiquiátrico, e como drogas pode-se citar, por exemplo, a anfetamina. Por isso é fundamental que o médico tenha conhecimento dessas informações.

A terceira causa é associada à disfunção erétil. Existem várias situações em que os problemas de disfunção erétil e ejaculação precoce se confundem, mas duas delas devem ser ressaltadas:

  • O homem consegue ter ereção, mas tem medo que a ereção não se mantenha por muito tempo. Nessas situações, tanto pela ansiedade quanto pelo desejo quase inconsciente, ocorre uma aceleração da ejaculação. Portanto a ejaculação ocorre antes do tempo por medo que a ereção não se prolongue;
  • O homem, para conseguir a ereção, tem que se estimular por muito tempo. Quando finalmente consegue a ereção suficiente para a penetração, ele está próximo do auge no ato sexual, ou seja, muito próximo do orgasmo e da ejaculação.

Nestes casos, entende-se que é um problema de ejaculação precoce quando na verdade é um problema de ereção.
A ejaculação precoce é um dos principais problemas sexuais do homem e afeta de 20 a 30% dos homens no mundo.
Portanto, se uma pessoa está com ejaculação precoce, ela deve prestar atenção nos sintomas e procurar um médico Urologista.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites