O QUE CAUSA MICOSE?

Micose é o termo genérico para as infecções causadas por fungos. As micoses são mais comuns em países tropicais e no verão, pois o calor, o suor e a umidade favorecem a multiplicação dos fungos.Micose é o termo genérico para as infecções causadas por fungos. As micoses são mais comuns em países tropicais e no verão, pois o calor, o suor e a umidade favorecem a multiplicação dos fungos.
Serão abordadas aqui as micoses superficiais, que acometem a pele, as unhas e os pelos. Os fungos que causam as micoses superficiais se alimentam da queratina e da camada de gordura, presentes na pele, unhas e cabelos.
Existem vários tipos de micose superficial, e serão destacadas quatro delas:

 

Micose de Cabelo

A micose de cabelo, chamada de tinea capitis, é um problema quase exclusivo de crianças. Deve-se suspeitar desse problema quando no couro cabeludo aparecerem uma ou mais regiões com coceira, descamação e queda dos fios de cabelo. Além disso, nos casos mais graves, pode haver presença de feridas, crostas e até pus.

A micose de cabelo, chamada de tinea capitis, é um problema quase exclusivo de crianças. Deve-se suspeitar desse problema quando no couro cabeludo aparecerem uma ou mais regiões com coceira, descamação e queda dos fios de cabelo. Além disso, nos casos mais graves, pode haver presença de feridas, crostas e até pus.      A micose de cabelo, chamada de tinea capitis, é um problema quase exclusivo de crianças. Deve-se suspeitar desse problema quando no couro cabeludo aparecerem uma ou mais regiões com coceira, descamação e queda dos fios de cabelo. Além disso, nos casos mais graves, pode haver presença de feridas, crostas e até pus.

Micose no corpo

A micose no corpo é chamada na medicina de tinea corporis. Deve-se suspeitar dessa doença se surgirem lesões com as seguintes características :placas avermelhadas, arredondadas, que descamam e que podem ou não coçar.
Essas lesões podem ocorrer em qualquer parte da pele, como rosto, tronco e membros. Elas são mais frequentes em certas partes do corpo, dependendo de algumas características individuais.
Em homens adultos e obesos é muito comum aparecer na virilha, e em outras áreas de dobra.
Em jovens e atletas a micose é frequente nos pés, popularmente conhecida por frieira ou pé de atleta.
Em mulheres que realizam atividades domésticas e mexem muito com água é frequente aparecer as micoses na mão.

A micose no corpo é chamada na medicina de tinea corporis.Em homens adultos e obesos é muito comum aparecer na virilha, e em outras áreas de dobra. Em jovens e atletas a micose é frequente nos pés, popularmente conhecida por frieira ou pé de atleta.Em mulheres que realizam atividades domésticas e mexem muito com água é frequente aparecer as micoses na mão.

Existe uma outra micose, muito comum no corpo, e com características bem diferentes. É a pitiríase versicolor, popularmente chamada de pano branco ou micose da praia. Ela é causada por um fungo que normalmente existe na pele de todas as pessoas. Alguns indivíduos, no entanto, apresentam uma sensibilidade maior a esse tipo de fungo e por causa disso tem a doença. A doença se manifesta como manchas esbranquiçadas, avermelhadas, rosadas ou acastanhadas – por isso o nome de versicolor, ou seja, mais de uma cor. Uma outra característica importante é que ela costuma ser recorrente, ou seja, aparece de tempos em tempos, naquelas pessoas com predisposição.

É a pitiríase versicolor, popularmente chamada de pano branco ou micose da praia.        É a pitiríase versicolor, popularmente chamada de pano branco ou micose da praia.

Micose na unha

A onicomicose, ou micose da unha, acomete 10 a 20% da população adulta.
É mais comum nas unhas dos pés do que das mãos, em função do uso de meias e sapatos fechados, que tornam o ambiente favorável ao fungo. As características mais importantes são a unha amarelada ou esbranquiçada, mais grossa, e pode até haver descolamento da pele. Nesse espaço entre a unha e a pele pode acumular um material que parece uma areia fina.
A onicomicose, ou micose da unha, acomete 10 a 20% da população adulta.
Apesar da onicomicose ser muito frequente, nem toda deformidade da unha é causada por fungos. Trauma e várias outras doenças, dermatológicas e não dermatológicas, podem afetar o crescimento e o aspecto das unhas.

Além disso, existem mais duas informações que é importante destacar:

  • Todas as micoses são mais comuns em imunodeprimidos, ou seja, pessoas com a imunidade prejudicada, por exemplo, pacientes com AIDS, câncer, diabetes e em uso de quimioterapia ou imunossupressores. Nesses grupos a atenção a esse problema deve ser redobrada.
  • Apesar de as micoses serem muito comuns, nem toda mancha na pele, descolamento de unha ou queda de cabelo é culpa dos fungos. Por esse motivo, não é recomendado seguir o tratamento da vizinha ou seguir receitas milagrosas da Internet sem antes consultar um médico, no caso, um Dermatologista.

Algumas medidas simples podem diminuir o risco de se pegar uma micose:

  • Os fungos gostam de lugares quentes, fechados e úmidos. Por isso, especialmente no verão, deve-se usar roupas arejadas, tecidos de algodão e sandálias, para facilitar a transpiração da pele;
  • Após o banho, secar cuidadosamente as áreas de dobras, como axilas, virilha e entre os dedos dos pés. Quem sofre com assaduras ou frieiras, pode utilizar o secador de cabelo para diminuir a umidade nas áreas afetadas, dificultando assim a progressão da doença;
  • Evitar ficar com roupas suadas;
  • Usar chinelo em vestiários, saunas e piscinas.
Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites