O que é DIVERTICULITE e quais os sintomas?

Os principais sintomas de Diverticulite são relacionados à dor de barriga. Mas para entender os sintomas, é importante saber o que são os os divertículos.

Divertículos

Alguns dos órgãos do sistema digestivo como Esôfago, Estomago, Intestino Delgado e Intestino Grosso podem ser comparados a uma tubulação. A parede desses tubos são formados basicamente por duas camadas. A parte interna, chamada de mucosa, e a parte externa, chamada de muscular. Essa parte muscular não é contínua. Existe espaço entre uma fibra e outra, se assemelhando a uma trama. Por esse espaço pode escapar e se exteriorizar um seguimento de mucosa formando uma bolsinha. Essa bolsinha chamamos de divertículo. Uma analogia muito boa para os divertículos são as bolas de futebol antigas de capotão. Essas bolas tem a câmara que seria a mucosa e o capotão seria a camada muscular. Com o uso, o capotão rasgava e a câmara começava a escapar para fora. Isso seria um divertículo da bola!

Os principais sintomas de Diverticulite são relacionados à dor de barriga. Mas para entender os sintomas, é importante saber o que são os os divertículos.

Em qualquer parte dessa tubulação pode haver um divertículo. Sua presença tem relação direta com a idade. Quanto maior a idade, maior a chance de ter divertículos. A presença de divertículos é bastante frequente. Estima-se que aos 50 anos, 50% das pessoas tem divertículos. Aos 80 anos esse número sobe para 65%.

Quando suspeitar de diverticulite?

Ter divertículos não é um problema. Passa a ser um problema se uma ou mais das bolsas ficam inflamadas ou infectadas. Isso ocorre quando, por algum motivo, essas bolsas ficam obstruídas ou por pequenos pedaços de fezes endurecidas que são chamadas de fecalitos ou mesmo alimentos. A inflamação dos divertículos é a diverticulite.

Quando suspeitar de diverticulite?

Na presença de dor de barriga em paciente com mais de 40 anos deve se suspeitar de diverticulite. Quanto maior a idade, maior o risco. Após algumas horas, a dor vai ficar concentrada na parte esquerda do abdome. Essa localização é uma informação muito importante e que tem forte associação com diverticulite. Junto com a dor pode aparecer febre baixa, enjoo e vômitos.

Outros sintomas podem estar presentes e sugerem complicações da diverticulite

Outros sintomas podem estar presentes e sugerem complicações da diverticulite. São eles:

  • Parada na eliminação dos gases e fezes. Normalmente causado porque outras partes do intestino delgado podem grudar no local da infecção, que é conhecido por bloqueio. Nessa parte grudada pode ficar mais difícil a passagem dos gases.
  • Fezes na urina ou saída de gás na urina. Causado por uma comunicação entre o intestino infectado (local da diverticulite) e a bexiga, que é o chamada de fístula.
  • Peritonite. Pode ocorrer se o divertículo inflamado romper, derramando conteúdo intestinal na cavidade abdominal. Nesse caso o padrão da dor abdominal muda. Ela piora quando aperta e solta a barriga bruscamente. Ela também piora se a pessoa tosse, bate o pé no chão com força ou ao passar em lombadas e buracos com o carro.

 

É importante saber que a diverticulite apresenta essas complicações em 25% das vezes, ou seja, 1 em cada 4 pessoas. Por esse motivo, na presença de dor de barriga tendo mais de 40-50 anos, com as características descritas anteriormente, é necessária a procura de um Pronto Socorro.É importante saber que a diverticulite apresenta essas complicações em 25% das vezes, ou seja, 1 em cada 4 pessoas. Por esse motivo, na presença de dor de barriga tendo mais de 40-50 anos, com as características descritas anteriormente, é necessária a procura de um Pronto Socorro.

Você sabia?

Dieta rica em fibras e exercícios físicos podem ajudar a prevenir a Diverticulite.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites