QUAIS OS EFEITOS DA COCAÍNA?

A Cocaína é uma droga estimulante, feita a partir das folhas da coca. Ela tem a aparência de um pó branco, que é geralmente aspirado pelo nariz, mas também pode ser misturado em água e injetado nas veias.
Para se ter uma ideia de como esse tema é importante, um estudo brasileiro revelou que 3,8% dos adultos no Brasil já usaram cocaína na vida, o que representa cerca de 5 milhões de pessoas. O Brasil é um dos principais países consumidores de cocaína no mundo. A Cocaína é uma droga estimulante, feita a partir das folhas da coca.
Quando uma pessoa usa cocaína, seus efeitos aparecem quase imediatamente, e duram em geral de 30 min a 1 hora. Esses efeitos são:

  • Uma grande sensação de euforia, de prazer e de maior energia;
  • Aumento do estado de alerta e da atenção;
  • Sensação de poder e de autoconfiança;
  • Irritabilidade, impulsividade e em alguns casos comportamento mais agressivo;
  • Algumas pessoas tem a sensação de que a cocaína ajuda a fazer as coisas de forma mais rápida e eficaz, enquanto outras tem a sensação oposta, de não conseguir realizar nenhuma atividade bem feita;
  • Paranoia – sensação de estar sendo perseguido ou observado e alucinações auditivas, que é ouvir vozes e sons que não são reais.
    Uma grande sensação de euforia, de prazer e de maior energia Sensação de poder e de autoconfiança

Do ponto de vista físico, a cocaína causa:

  • Constrição dos vasos sanguíneos;
  • Pupilas dilatadas;
  • Náusea e diminuição do apetite;
  • Aumento da temperatura, da pressão arterial e da frequência cardíaca;
  • Tremores e contração dos músculos;
  • Inquietação e insônia
    Pupilas dilatadas Inquietação e insônia

Quando uma pessoa usa uma grande quantidade de cocaína, ela pode ter uma falência em um ou mais órgãos, o que é chamado de overdose. É um quadro grave, que pode levar até à morte e por isso é uma emergência médica e precisa ser atendido no pronto-socorro.
Os sintomas da overdose são aqueles de uma intoxicação grave por cocaína, como agitação, confusão mental, sudorese, taquicardia, febre, dor no peito, aumento da pressão arterial, arritmia cardíaca e convulsões. Podem ocorrer complicações graves, como o infarto agudo do miocárdio e o acidente vascular cerebral.

Quando uma pessoa usa cocaína de forma frequente e por um longo período de tempo, ela por ter alguns efeitos como:

  • Diminuição do olfato, sangramentos nasais, problemas respiratórios e até perfuração do septo nasal;
  • Distúrbios dos movimentos;
  • Problemas gástricos como úlceras, e isquemia do intestino;
  • Emagrecimento e desnutrição.
    Diminuição do olfato, sangramentos nasais, problemas respiratórios e até perfuração do septo nasal Problemas gástricos como úlceras, e isquemia do intestino Emagrecimento e desnutrição

Porém a principal consequência do uso da cocaína a longo prazo é o desenvolvimento da dependência.
Com o uso repetido da cocaína, o cérebro se adapta ao excesso de dopamina, que é um neurotransmissor ligado à sensação de prazer. Isso leva o indivíduo a usar cada vez mais droga para obter o mesmo efeito ou para aliviar os sintomas de abstinência.
Os sintomas de abstinência são aqueles que acontecem quando o dependente fica sem usar a cocaína. São sintomas como: cansaço, aumento de apetite, excesso de sono ou insônia, falta de concentração e raciocínio lento, ansiedade, depressão, algumas vezes com ideação suicida e “fissura”, que é um forte desejo de consumir a droga.
Esses sintomas costumam desaparecer em algumas semanas, porém muitas vezes o usuário não tolera os sintomas e usa novamente a cocaína para obter um alívio, reforçando assim o ciclo da dependência.
Isso leva o indivíduo a usar cada vez mais droga para obter o mesmo efeito ou para aliviar os sintomas de abstinência. Isso leva o indivíduo a usar cada vez mais droga para obter o mesmo efeito ou para aliviar os sintomas de abstinência.

Conforme a dependência vai se agravando, a pessoa passa a ter algumas características:

  • Ela usa a droga em maior quantidade e por mais tempo do que o pretendido e tenta controlar o consumo sem sucesso;
  • Gasta muito tempo buscando a droga, usando ou se recuperando dos efeitos;
  • A pessoa tende a se afastar de amigos e familiares, e vai deixando de lado outras atividades sociais e de lazer, pois não consegue mais sentir prazer nessas atividades;
  • Começa a ser negligente com suas obrigações no trabalho, em casa ou nos estudos;
  • Pode ter problemas financeiros devido a gastos excessivos com a droga, bebida e festas;
  • E um fator que é bem característico da dependência, que é saber que está tendo problemas físicos ou psíquicos relacionados à droga, e mesmo assim continuar usando a droga.
    Ela usa a droga em maior quantidade e por mais tempo do que o pretendido e tenta controlar o consumo sem sucesso A pessoa tende a se afastar de amigos e familiares, e vai deixando de lado outras atividades sociais e de lazer, pois não consegue mais sentir prazer nessas atividades

A cocaína é uma droga bastante poderosa e pode trazer consequências sérias. Mas é importante saber que a dependência tem tratamento.
Se alguém tem esse problema, ele deve procurar um Psiquiatra ou o CAPS-AD (Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Drogas), que é o serviço do SUS, especializado em tratar dependência química.
A recuperação completa não é fácil, mas é possível e depende muito do apoio profissional e familiar, mas também da motivação do paciente para mudar seu estilo de vida.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites