TIPOS DE HÉRNIA: O QUE É E COMO RECONHECER?

Dentro do abdome existem diversas estruturas como estomago, intestino, gordura abdominal, etc. O que mantem essas estruturas dentro da cavidade abdominal são os músculos abdominais e seus tendões.
A hérnia é a passagem de um órgão, parcial ou total, por uma fraqueza da parede abdominal. A hérnia é a passagem de um órgão, parcial ou total, por uma fraqueza da parede abdominal. A hérnia é a passagem de um órgão, parcial ou total, por uma fraqueza da parede abdominal.
Se existir uma fraqueza na musculatura ou no tendão, pode ocorrer a passagem de uma das estruturas de dentro do abdome por esta fraqueza. A hérnia é a passagem de um órgão, parcial ou total, por uma fraqueza da parede abdominal.
Existem diferentes pontos no abdome que podem aparecer hérnias. As principais hérnias são:

  • Hérnia inguinal: aparece na região da virilha e pode descer para o saco escrotal;
  • Hérnia umbilical: localizada no umbigo;
  • Hérnia epigástrica: localizada na linha média do abdome, entre o umbigo e o apêndice xifoide;
  • Hérnia femoral: mais comum em mulheres, também aparece na região da virilha, mas geralmente um pouco abaixo da hérnia inguinal;
  • Hérnia incisional: aparece no local de uma cicatriz de cirurgia prévia.

Hérnia inguinal: aparece na região da virilha e pode descer para o saco escrotal; Hérnia umbilical: localizada no umbigo; Hérnia epigástrica: localizada na linha média do abdome, entre o umbigo e o apêndice xifoide; Hérnia femoral: mais comum em mulheres, também aparece na região da virilha, mas geralmente um pouco abaixo da hérnia inguinal; Hérnia incisional: aparece no local de uma cicatriz de cirurgia prévia.
Em todos os casos de hérnia o principal sintoma é o abaulamento na região da hérnia. Normalmente este abaulamento é indolor e está relacionado com o esforço físico.
Ele pode aparecer quando se faz esforço para pegar um peso, quando tosse ou mesmo quando vai ao banheiro evacuar.
Normalmente não tem dor associada a esse abaulamento, mas pode-se sentir um desconforto na região da hérnia.
Esse abaulamento geralmente é gordura abdominal ou mesmo parte do intestino que está saindo pela fraqueza da parede abdominal. Na maioria das vezes essa gordura retorna sozinha para dentro da cavidade abdominal, mas é possível que em alguns casos é preciso deitar, para conseguir relaxar, e então colocar de volta o conteúdo da hérnia para dentro da cavidade abdominal.
Em todos os casos de hérnia o principal sintoma é o abaulamento na região da hérnia. Normalmente este abaulamento é indolor e está relacionado com o esforço físico.Normalmente não tem dor associada a esse abaulamento, mas pode-se sentir um desconforto na região da hérnia.Na maioria das vezes essa gordura retorna sozinha para dentro da cavidade abdominal, mas é possível que em alguns casos é preciso deitar, para conseguir relaxar, e então colocar de volta o conteúdo da hérnia para dentro da cavidade abdominal.
Deve-se ficar atento às situações de gravidade, que na medicina são chamados de sinais de alerta.
Algumas vezes pode acontecer de não se conseguir colocar o abaulamento para dentro da cavidade abdominal. Isso é chamado de hérnia encarcerada.
Nesse casos o intestino pode ficar preso na hérnia. Isso pode prejudicar o trânsito de alimentos e gases do intestino, e a chegada de sangue nessa parte do intestino envolvido, podendo até causar a morte dessa parte do intestino.
Nesse casos o intestino pode ficar preso na hérnia. Isso pode prejudicar o trânsito de alimentos e gases do intestino, e a chegada de sangue nessa parte do intestino envolvido, podendo até causar a morte dessa parte do intestino.
Alguns sinais que sugerem que a hérnia está encarcerada são:

  • Dor no local da hérnia – a dor ocorre quando o intestino está preso na hérnia;
  • Vermelhidão local – a vermelhidão ocorre em um estágio mais avançado, onde pode haver alguma complicação do intestino que está preso;
  • Distensão abdominal – o intestino preso na hérnia pode interromper a digestão e causar acúmulo de gases dentro do intestino, deixando a barriga distendida.

Se não se conseguir colocar a hérnia para dentro, ou se notar algum desses sintomas, isso se torna uma emergência médica, e a pessoa deve procurar imediatamente um pronto-socorro.
É importante salientar que todos os tipos de hérnias, em maior ou menor grau, podem apresentar essas complicações.
As hérnias têm tratamento com altas taxas de sucesso. Por isso, se existe a suspeita que esse problema está ocorrendo, deve-se prestar atenção nos sintomas mencionados e procurar um médico cirurgião geral.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites